O Mercado Precisa de profissionais de SEO

Se você quer ser disputado no mercado e tem familiaridade com algumas áreas, como marketing digital, produção de conteúdo e criação de sites, pode começar a pensar em se especializar em SEO (“search engine optimization” ou, em bom português, “otimização do mecanismo de pesquisa”) .

Como o próprio nome sugere, um profissional especializado em SEO é aquele que sabe o que fazer para um conteúdo ou um site conseguir lugar de destaque nos resultados orgânicos dos buscadores até mesmo em processos de SEO Para Afiliados 2.0 2017.

Para saber como está esse mercado e por que investir nessa especialização pode ser uma boa para sua carreira, confira o que diz o especialista no assunto Fábio Rowinski, diretor-geral da empresa de marketing digital iProspect Brasil e professor de mídias sociais na Madia marketing school, em São Paulo.

– Ainda não existe uma formação (em graduação ou pós) específica em SEO. Por isso, o mercado pena para encontrar profissionais especializados e essa disputa acaba inflacionando salários e acelerando a carreira dos especialistas. “Eles vão muito longe muito cedo sem que isso signifique que estejam crescendo como profissionais ou adquirindo muita experiência”, explica. “Ocorre simplesmente que a demanda é muito maior do que a oferta.”

– De certa maneira, o profissional de SEO é alguém que se interessou pelo assunto e foi se especializando. “Na maior parte das vezes, ele teve contato com isso trabalhando em comunicação ou publicidade, por isso a maioria dos profissionais dessa área tem essa formação”, diz ele.

– Isso não significa que alguém com formação totalmente diferente não possa se dar bem em SEO. “Até alguém formado em biologia, por exemplo, pode ser autodidata o suficiente para estudar o assunto e se aprofundar nele”, diz Rowinski.

– Autodidatismo, aliás, é outra característica dos profissionais que trabalham com SEO. “Normalmente, o profissional se interessa pelo assunto e vai atrás do conhecimento sozinho. Ou começa a aprender sobre ele enquanto é estagiário de uma agência, por exemplo.”

– Veja essse mini curso de seo com várias dicas

1) Em grandes agências que têm departamentos específicos para analistas e coordenadores de SEO.

2) Em agências menores, que não têm áreas específicas de SEO, mas possuem profissionais especializados nessas técnicas para produzir um conteúdo “rastreável” pelo mecanismos de busca.

3) Em agências ou empresas que produzem sites já estruturados com técnicas de SEO.

– Para entrar nessa área, uma dica é começar pelos próprios tutoriais do Google e também pelo material disponível na internet. “É uma boa porta de entrada, especialmente para quem é autodidata, mas isso apenas não faz de ninguém um profissional qualificado em SEO”, diz Rowinski.

– Como é um assunto extremamente técnico, sua dica para quem quer se tornar um entendedor é buscar um curso específico. “A ESPM e o Senac, por exemplo, têm opções excelentes”, diz ele. E o curso, vale ressaltar, é o mesmo tanto para quem vai trabalhar apenas com SEO, quanto para quem vai produzir conteúdo ou sites utilizando as suas técnicas.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *